Mais de metade dos jovens sofre violência no namoro e dois terços considera normal
Rádio Comercial
Publicado a 12 Fev, 2021

O GOVERNO LANÇA HOJE UMA CAMPANHA DE SENSIBILIZAÇÃO PARA O PROBLEMA.

58% dos jovens até o 12º ano de escolaridade já sofreram violência no namoro e dois terços consideram uma coisa natural, revela um estudo da UMAR que será divulgado hoje. 53,8% de jovens em universidades admite ter sofrido o mesmo problema, segundo dados que também são publicados hoje pelo Observatório da Violência no Namoro, da Associação Plano i.

Para consciencializar esta faixa da população de que a violência não é apenas física, e de que “não é normal” um namorado espreitar mensagens no telemóvel da companheira, proibi-la de usar determinadas roupas, ou pedir imagens de nudez e partilhá-las nas redes sociais, o governo lança hoje uma campanha nacional de sensibilização, a #NamorarSemViolência, com a ajuda de do músico Agir e de seis jovens youtubers, ticktockers, e instagramers.

A ministra da Presidência, Mariana Vieira da Silva, conta que a mensagem seja transmitida pelos mesmos meios onde há cada vez mais violência psicológica: o mundo online.

“Numa altura em que a pandemia Covid-19 aumentou em cerca de 70% o uso da internet e, com isso, a evidência de mais riscos e exposição a novas formas de violência online, conforme demonstram os dados do EIGE (Instituto Europeu para a Igualdade de Género), a campanha conta com a participação de jovens com presença ativa nas plataformas de maior sucesso entre os mais novos, como o Tiktok e o Instagram. Além do cantor AGIR, também Beatriz Rosa, Carolina Castelinho, Laura Mourinho, Madalena Aragão e Miguel Luz vão alertar para os perigos e cuidados a ter na exposição online através de mensagens vídeo onde são identificados os comportamentos que configuram violência no namoro, especialmente através das redes sociais, e divulgadas as linhas de apoio (800 202 148 e SMS 3060)”, refere uma nota da Secretaria de Estado para a Cidadania e Igualdade.

A ministra da Presidência lembra, ainda, que o confinamento aumentou o uso de internet, o que potencia o problema.

A campanha #NamorarSemViolência é apadrinhada por Agir (303 mil seguidores no Instagram) e conta com vídeos dos jovens influenciadores digitais Madalena Aragão (15 anos, 300 mil seguidores TikTok / 178 mil seguidores no Instagram), Miguel Luz (23 anos, 135 mil seguidores no Instagram / 444 mil subscritores Youtube), Beatriz Rosa (19 anos, 9 mil seguidores no TikTok), Mário Lourenço (17 anos, 26 mil seguidores no TikTok), Laura Mourinho (20 anos, 47 mil seguidores no TikTok / 23 mil seguidores no Instagram), Carolina Castelinho (26 anos, 28 mil seguidores no TikTok / 19 mil seguidores no Instagram).

OBSERVATÓRIO DA VIOLÊNCIA NO NAMORO

SE TESTEMUNHASTE, ÉS OU FOSTE VÍTIMA DE VIOLÊNCIA NO NAMORO